O Plano Individual para desenvolvimento de liderança

Blog

Duomo Educação

Postado 15/01/2019

O que é e porque é importante ter um para usar depois de um treinamento.

Um dos principais pontos para estimular o desenvolvimento de uma nova habilidade de liderança é colocá-la em prática. É comum participar de um curso, treinamento ou palestra e anotar no caderno ou no computador uma série de informações novas ou importantes. Mas se essas anotações não saírem dali, nada muda. E quem adquire um novo conhecimento tem interesse em alguma mudança, especialmente quando a questão é o desenvolvimento humano. É aí que surge a importância do PDI, o Plano de Desenvolvimento Individual. O PDI é o compromisso do participante com o seu próprio desenvolvimento. Neste plano, ficam documentadas e sistematizadas ações que devem ser tomadas em situações específicas para que o objetivo central seja alcançado. O objetivo é trazer metas e prazos para manter o foco na mudança tão desejada.

Um PDI pode ser de curto, médio ou longo prazo. As ações devem considerar a realidade individual, pois o mais importante é que não vire mais um papel no meio de tantos outros. É para ser um roteiro prático. Por isso, as ações podem e devem ser ajustadas ao longo do tempo, se necessário.

Para começar a seleção das ações que devem ser priorizadas é preciso considerar três critérios:

1 – Impacto:  Quanto essa habilidade contribui para o meu objetivo final?

2 – Urgência: Essa habilidade é necessária agora?

3 – Desejo: Quanto você quer desenvolver essa competência?

Em seguida, são definidas ações e desafios que precisam ser vivenciados para que essas habilidades efetivamente sejam desenvolvidas. É essência sair da zona de conforto, mas de uma forma que seja viável e possível, considerando também as limitações pessoais e a realidade da empresa, onde essa ação será executada. Um exemplo é: se um gerente da área de vendas deseja “falar melhor em público” um dos desafios pode ser apresentar os resultados da área para seus colaboradores em uma grande reunião.  Ao ter essa experiência, será colocado em prática todas as ações previstas no roteiro.

Aqui na Duomo Educação Corporativa utilizamos uma ferramenta chamada PAR (Plano de Ação para Resultados). É um plano de aplicação de alguns dos temas apresentados em treinamentos. Nesse caso, além do compromisso com o desenvolvimento, o participante não faz isso sozinho e tem o suporte um gestor ou até da equipe da Duomo Educação Corporativa. As principais ações de apoio são coaching, fórum de práticas e encontros de lessons learned. Isso aumenta ainda mais a aplicação do aprendizado na prática.

Uma nova competência não deve ser apenas conhecida, mas sim vivenciada. É a união entre habilidade, atitude e informação que gera o desenvolvimento esperado. O PDI, plano de desenvolvimento individual é uma das formas mais eficazes de criar um novo hábito. Se você deseja implementar na sua rotina ou nos seus programas de educação corporativa essa e outros ferramentas de sucesso, entre em contato conosco.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *