Como o feedback construtivo é essencial para o desenvolvimento de líderes

Blog

Duomo Educação

Postado 27/02/2019

Elogios fazem bem, mas é preciso identificar melhorias constantes para manter o padrão de qualidade elevado dentro da organização

Bons líderes são bons ouvintes. Esse é um ponto de partida importante sobre o papel do feedback no crescimento profissional dos colaboradores. E, naturalmente, o líder faz parte do time de uma organização e precisa de um retorno eficaz para poder ter um desempenho ainda melhor em sua função.  Segundo um artigo da revista Harvard Business Review, para aumentar a qualidade de sua performance uma pessoa precisa de um objetivo claro, uma motivação verdadeira para atingir esse objetivo e um feedback que indica o que está sendo realizado de forma positiva e o que poderia ser melhor no processo de trabalho.

É comum encontrar empresas preocupadas em estimular o feedback, mas é importante que tenha esse foco no desenvolvimento do colaborador e no do líder. Apenas elogiar e dizer “continue fazendo desse jeito que você faz” é algo ótimo para se ouvir, mas não gera um impacto no aprendizado. Todos temos algo a aprender sempre. É essencial passar a clareza do que seria interessante aprimorar dentro daquela função.

Existe, então, três fatos que precisam ser levados em consideração. O feedback de baixa qualidade não é útil, o feedback positivo é subvalorizado e o feedback negativo transmitido de forma inadequada pode realmente causar sofrimento. Por isso, é importante encontrar o equilíbrio para obter o retorno desejado. Sem metas claras de desempenho e dados medindo se estão perto ou longe de alcançar o objetivo em questão, os líderes continuarão a achar difícil crescer e melhorar. É preciso fornecer informações práticas do que eles precisam para se tornarem mais eficazes.

Veja algumas atitudes que ajudam os líderes a obterem diretamente de seus colaboradores esse retorno valioso:

Faça perguntas específicas sobre atitudes:

Ao perguntar de forma geral  se “tem algo que possa fazer para melhorar?”, o colaborador também pode dar uma resposta geral, com medo até de falar sobre algum assunto que não se sinta tão confortável. Ao ser específico, é mais fácil conseguir uma resposta clara. Por exemplo, se perguntar “interrompo demais a minha equipe nas reuniões?”, o membro do time vai saber exatamente qual é a questão que precisa de um claro retorno ali.


Não aceite apenas os elogios:


Ao receber um feedback positivo, seja grato, mas também estimule a pessoa a fornecer informações sobre algo que acredita não estar funcionando tão bem assim. Ao ser convidado para essa reflexão e saber também sobre a importância disso, fica mais fácil conseguir ter um feedback construtivo.


Saia da defensiva:


Ao pedir uma opinião, é preciso estar aberto para ouvi-la. Não questione ou argumente sobre um outro ponto de vista. Escute, reflita e faça um filtro pessoal das observações. Afinal, se você quer um feedback genuíno é justamente porque você deseja melhorar algum aspecto que não está claro para você.


Faça um plano e coloque em prática:


Para que o feedback seja eficaz, é preciso que as informações sejam efetivamente avaliadas e processadas. Nesse sentido, ao identificar  algo que necessite uma melhoria, crie um plano de ação para que essa mudança aconteça dentro de um tempo específico. Registre quais são os passos e ações que devem ser realizadas nesse período e coloque em prática.

Assim como os líderes percebem que a qualidade do trabalho aumenta na medida que um colaborador se desenvolve, a organização também vai ganhar com o crescimento constante de suas lideranças. O aprendizado frequente é a chave para o sucesso. Se você deseja aprofundar ainda mais esse desenvolvimento dos líderes, conheça os nossos programas de liderança AQUI.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *