Mindset digital é um novo jeito de ver o mundo. A 4ª Revolução Industrial têm possibilitado um mundo com mais mobilidade e conectividade para pessoas e negócios. Mas, como as empresas têm feito a gestão de pessoas nesse atual cenário?

No atual cenário de crise, preparar sucessores e qualificá-los tem se tornado uma missão desafiadora para as organizações.

A dificuldade em manter o alinhamento na gestão é um problema muito recorrente nas empresas. O modelo de gestão, que serve para ajustar o foco da empresa e orientar atitudes dos colaboradores, precisa ser muito claro para manter os colaboradores atuando com autonomia e preocupados com os objetivos e metas propostas.

A fim de manter o seu pleno funcionamento, grandes empresas e organizações são estruturadas a partir de papéis. Isso significa que, para garantir o crescimento da empresa e também promover a evolução profissional dos colaboradores, é fundamental que cada indivíduo conheça o seu papel dentro ambiente corporativo e o execute da forma mais autônoma e independente possível.

Estar à frente de uma equipe, gerenciando, coordenando ou liderando, nem sempre é uma tarefa tão simples quanto parece. Manter os colaboradores atuando com autonomia e confiança e respeitar prazos e metas, focando sempre em melhorias para a organização, são apenas algumas das atribuições de um líder.

A metodologia 6D’s tem como objetivo potencializar os programas de desenvolvimento e treinamentos corporativos e, assim, alavancar o desempenho das empresas por meio de um trabalho estratégico e totalmente focado em melhorias e resultados.

Pode não ser claro para algumas organizações, mas contar com uma equipe unida, motivada, produtiva e alinhada com os objetivos da empresa é fundamental para o seu desempenho e crescimento. Por isso, investir em uma consultoria para gestão de pessoas é tão importante, uma vez que desenvolver o espírito de equipe é apenas um dos inúmeros benefícios trazidos por esse trabalho realizado junto às empresas. 

Investir em uma gestão estratégica de pessoas significa investir na produtividade e espírito de equipe de uma organização. Isso porque, um bom gestor é aquele que administra os seus colabores e suas rotinas de trabalho, focando na apresentação de resultados, no desenvolvimento individual e do grupo e na qualidade de vida dentro do ambiente organizacional. 

Os programas de desenvolvimento de gerentes representam uma forma eficaz para aperfeiçoar a capacidade de gestão a partir de competências técnicas e comportamentais dos líderes de uma organização. Dessa forma, eles são destinados principalmente para formação de presidentes, CEOs, vice-presidentes, diretores, coordenadores, supervisores e gerentes.

Estar à frente de uma organização ou uma equipe exige muito mais que um perfil de líder. Para encarar a alta competitividade e as cobranças impostas por esses cargos é fundamental investir em um programa de desenvolvimento gerencial – que irá preparar os profissionais não apenas no que diz respeito às competências técnicas, como também às comportamentais.